Analise situacional em uma Unidade Básica de Saúde para diagnóstico de problemas de estrutura, ambiência e ações programáticas visando a melhoria da qualidade da assistência aos usuários.

Analise situacional em uma Unidade Básica de Saúde para diagnóstico de problemas de estrutura, ambiência e ações programáticas visando a melhoria da qualidade da assistência aos usuários.

Os profissionais de enfermagem e odontologia bolsista pelo PROVAB e residência de pós graduação em ESF, realizaram análise situacional na UBS Edite Cardoso, município de Mucajaí-RR, com o intuito de contribuir para melhoria da qualidade dos serviços e saúde prestado à população de forma integral de acordo com os princípios e diretrizes do SUS. Os resultados obtidos foram encaminhados ao gestor da UBS e da SEMSA para programar implementações necessárias ao serviço.

Dados da Experiência

Local da experiência: 
Mucajaí (RR)
Qual foi a experiência desenvolvida? Sobre o que foi?: 

 A experiência foi a analise situacional da Unidade Basica de Saúde Edite Cardoso, localizada no muniípio de Mucajaí-RR realizadas por duas enfermeiras e uma cirurgiâ dentista, profissionais bolsista do PROVAB 2012. O objetivo dos trabalhos foram  diagnosticar os problemas da unidade, e a partir dos resultados incetivar a formulação de estratégias para o planejamento das ações e implementação de programas visando  a melhoria da qualidade dos serviços de saúde ofertados a população da área de abrangencia da UBS.  Esta analise situacional foi através da aplicação de questionários  sobre engajamento público, estrutura, equipamentos, instrumental e insumos, atribuição dos profissionais e atenção à demanda espontânea - acolhimento. As perguntas foram direcionadas ao gestor, enfermeiros, médicos, dentistas, tec e aux de enfermagem e sáude bucal, auxiliares de farmácia, motoristas, vigias, zeladores e também a usuários do serviço. 

Como funciona(ou) a experiência?: 

Os questionários foram disponibilizados pela Unasus UFPEL como parte dp aprendizado dos residentes em ESF e aplicados semanalmente, direcionados aos profissionais especificos da unidade conforme o tema. Esta analise durou 3 meses, e após os questionarios os dados foram lançados no caderno de ações programáticas apresentado. No intuito de melhorar a qualidade dos serviços na UBS, os resultados foram apresentados em reunião para gestão da unidade e coordenadora de atenção básica na Secretaria Municipal de saùde.

Desafios para o desenvolvimento: 

O maior desafio foi a aceitação desta analise por profissionais da UBS e ESF, pois tinham receio que a descobertas de problemas comprometeriam seus vínculos profissionais já que não a maioria tinham contratos empregatícios efetivos. Para solucionar este problema, foram realizadas reuniões para esclarecer o objetivo do nosso trabalho e tentar obter  a compreensão destes profissionais.

Quais as novidades?: 

Duarante a análise buscamos comparar os resultados com o que é recomendado nos manuais do Minstério da Saúde para que os serviços do SUS seja de qualidade. Descobrimos problemas e irregularidades facilmente sanáveis se  a gestão e demais profissionais buscarem estratégias para implementar e monitorar as ações de saúde  na UBS.

Outras observações/campo livre: 

Após este trabalho percebemos que houve perocupação da gestão em melhorar a qualidade dos serviços visando os direitos dos usuários do SUS.

Autores da experiência

NomeCategoria
Neila Teixeira de MacedoEnfermeiro

Atores da experiência

NomeCategoria
Milca do NascimentoEnfermeiro
CintiaCirurgião Dentista
WandaGestor
AgiusGestor

Comentários

poderiam ter demonstrado que tipo de dados foram coletados no questionário, bem como que tipo de análise proporcionou.

Poderiam ter  demonstrado o questionario, fiquei curiosa, seria muito util

Bom trabalho.

Parabéns pelo trabalho! Sucesso!

Um abraço, Lirane.